POR haraujo, 17 fev 2017, 14H53

CHAMADA PARA ARTIGOS: Educação em Quilombos

Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade – chamada para artigos – seção temática

Dossiê temático (nº 49 Mai-Ago 2017):  Educação em Quilombos

O reconhecimento pelo Estado brasileiro das comunidades quilombolas a partir do Artigo 68 dos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT), na Constituição de 1988, possibilitou uma organização política crescente que resultou em diversos programas e politicas específicas com vistas ao desenvolvimento produtivo e social. Posteriormente as conquistas se ampliaram para o campo educacional e, em novembro de 2012, foi assinada a Resolução CNE/CEB  – n. 8- definindo as Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Escolar Quilombola. A partir das Diretrizes, a formulação de currículos escolares, dos projetos político-pedagógicos (incluindo calendário escolar, assim como a formação de professores, a elaboração de materiais didáticos, dentre outros aspectos) deve respeitar os valores sociais, culturais e históricos das comunidades quilombolas.

Diante da atual conjuntura política, torna-se necessário o reforço das conquistas e avanços até então em processo de consolidação.  A proposta do dossiê Educação em Quilombos é de reunir pesquisas que tenham sido ou estão sendo desenvolvidas, no âmbito da Educação, em comunidades negras rurais e quilombolas no Brasil  ou estudos analíticos sobre pesquisas relativas a esta temática. Os estudos podem então propor: 1. Olhares sobre os diálogos políticos entre movimentos e comunidades quilombolas e os diversos agentes do Estado em torno da educação; 2. Os impactos das políticas afirmativas e acesso de jovens quilombolas ao ensino universitário e sua relação com os processos coletivos e subjetivos de expressão da identidade quilombola; 3. Avaliação dos horizontes teórico-metodológicos e políticos das pesquisas sobre educação nestas comunidades; 4.  Estudos sobre currículo, território e territorialidade, formas de sociabilidade, estilos de vida, religiosidade e manifestações culturais que inscrevem os sujeitos sociais na vida cotidiana e organizam a educação comunitária.

O dossiê pretende ainda acolher artigos internacionais que possam aportar contribuições semelhantes de contextos diferenciados, particularmente na América Latina. O conjunto destas contribuições pode colaborar para o conhecimento da diversidade e para o olhar sobre nós mesmos numa perspectiva de valorização dos diferentes grupos sociais, atentando para um olhar crítico direcionado para as desigualdades socioeconômicas e às relações sociais discriminatórias e excludentes que permeiam as dinâmicas de convivência na contemporaneidade.

Coordenadores do dossiê: Marcos Luciano Messeder (UNEB) e José Maurício Paiva Arruti (UNICAMP)

Prazo de submissão: 01 de março de 2017

Submissões : http://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/


  • No Related Post


Envie uma mensagem:

Comentrios no so permitidos.