POR Ascom / Danilo Oliveira, 14 nov 2014, 10H42

UNEB recepciona docentes participantes de programa educacional do Mercosul

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

pasantia_DI

O Pró-Reitor da PROGRAD, professor Marcius Gomes, apresentou ações da UNEB aos professores. Foto: Juliana Cardoso/Ascom

A UNEB recepcionou ontem (11) docentes argentinos, paraguaios, uruguaios e brasileiros de turma do Estágio de Intercâmbio Regional (Pasantías). A iniciativa integra o Programa de Apoio ao Setor Educacional do Mercosul (PASEM), uma ação conjunta do Mercosul com a União Européia.

O Pasantías tem como objetivo criar espaços de aprendizagem compartilhada ligada à formação e desenvolvimento profissional docente. Participam dessa turma 14 professores dos países latino-americanos.

Os pesquisadores se reuniram com o Pró-Reitor de Ensino de Graduação da Universidade (PROGRAD), professor Marcius Gomes, no Campus I, em Salvador.

“A participação da Universidade nesta troca de experiências com professores estrangeiros legitima a nossa história e importância para a formação de professores na Bahia”, destacou o gestor.

Também participaram do encontro representantes dos programas especiais vinculados à graduação da Universidade e da Secretaria Especial de Relações Internacionais (SERINT) da Instituição.

Formação docente

A equipe da PROGRAD apresentou aos professores experiências da Instituição com iniciativas como o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e o PIBID Diversidade, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação (MEC).

As atividades da Universidade junto ao Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (PARFOR) e ao sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), e com o Curso de Licenciatura Intercultural em Educação Escolar Indígena (LICEEI) também estiveram em pauta.

Para o representante da CAPES, Ruy Gonçalves, a UNEB foi uma escolha exitosa para o início das atividades da turma no Nordeste. “As experiências da Universidade tem muito a contribuir para a articulação dos sistemas educacionais entre esses países. Essa é a proposta do PASEM”, destacou.

Pesquisadora do Instituto de Formacíon Docente de Durazno, a uruguaia Patricia Barragán afirmou estar impressionada com a extensão da Universidade e com as peculiaridades regionais enfrentadas pelos professores nos campi do interior do estado.

Articulação Universitária

A turma de professores visitou as escolas municipais Maria da Conceição Santiago Imbassahy e Deputado Gersino Coelho, ambas no bairro do Cabula, para conhecer as atividades desenvolvidas por estudantes da UNEB pelo PIBID. Os pesquisadores foram também ao Centro Histórico da capital.

De acordo com a articuladora das ações do Pasantías na UNEB, professora Camila Figueiredo, a iniciativa foi responsável por promover o intercâmbio de práticas na área de formação docente e por também estreitar os laços entre as Instituições participantes.

Todos os docentes da turma do Estágio de Intercâmbio Regional receberam da Universidade carta de intenções para cooperação técnica-científica, pedagógica e de mobilidade, e devem encaminhar às suas instituições.

Segundo o Coordenador Nacional de Pasantías do PASEM, professor Victor Hugo Manzke, as universidades públicas baianas possuem características regionais semelhantes às apresentadas por outras instituições latino-americanas e as experiências trocadas podem contribuir para a melhoria da formação docente em toda a América Latina.

Os participantes da iniciativa vão permanecer na Bahia até o dia 19 de novembro e a programação reserva também visitas às Universidades Estaduais de Santa Cruz (UESC) e do Sudoeste da Bahia (UESB) e à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) para continuidade do processo de intercâmbio acadêmico.




Envie uma mensagem: