POR malcantara, 15 ago 2016, 14H29

Curricularização da extensão é destaque de roda de conversa e palestra na UNEB

Danilo Cordeiro
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

x

Roda de conversa teve como objetivo discutir a curricularização através do compartilhamento de relatos de experiências

Pró-Reitores de Extensão e Graduação de diversas universidades federais e estaduais estiveram presentes, no último dia 11 de agosto, no Museu de Ciência e Tecnologia, no bairro do Imbuí, em Salvador, para participar de roda de conversa e de palestra sobre o processo de Curricularização da Extensão.

O evento, realizado pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNEB, teve como objetivo discutir a curricularização através do compartilhamento de relatos de experiências sobre o tema.

A pró-reitora (Proex), Maria Celeste Castro, salientou que a extensão universitária é indissociável do ensino e da pesquisa. “Através da curricularização podemos criar novos espaços de saberes e fortalecer a relação entre o ensino, a pesquisa e a extensão”, pontuou.

O pró-reitor de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro de Santana, parabenizou a UNEB por promover o debate de forma participativa.

“A extensão foi o último pilar adotado na maioria das instituições de ensino. Ainda há muitas dúvidas nas comunidades acadêmicas sobre o que é de fato a extensão universitária e sobre sua representatividade e importância para a formação discente. Eventos como esse são esclarecedores”, avaliou o pró-reitor.

A pró-reitora de Ensino de Graduação (Prograd) da UNEB, Káthia Marise Sales, participou do evento e destacou a importância desse processo e as ações que estão sendo empenhadas pela pró-reitoria.

“Discutir a curricularização coletivamente é imperativo. Trata-se de um processo importante para toda a universidade, por isso, desde o ano passado, a Prograd está articulando grupos de trabalhos com o objetivo de discutir o redimensionamento curricular, e a extensão é pauta de todos esses encontros”, ressaltou a pró-reitora.

Desafios da curricularização

O encontro contou ainda com a palestra Ensino e Extensão: os desafios da Curricularização da Extensão para a Universidade Brasileira, ministrada pela professora Regina Henriques, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

A docente destacou a necessidade do diálogo para aplicação de programas e projetos de extensão na grade curricular dos cursos de educação superior.

“Ainda há grande resistência na aplicabilidade da reserva dos 10% da carga-horária dos cursos de graduação para atividades extensionistas por falta de debate e articulação nas universidades. É preciso discutir abertamente a curricularização e pensar a institucionalização da extensão no ensino superior de forma estratégica e eficiente”, ressaltou a palestrante.

A palestra foi transmitida, via videoconferência, para todos os 29 departamentos da instituição.

Participaram do evento pró-reitores graduação e extensão de Instituições de Ensino Superior da Bahia, do Maranhão e do Mato Grosso. As atividades contaram ainda com a presença da secretária de Relações Internacionais (Serint), Jardelina Nascimento, do pró-reitor de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), Marcelo Ávila, além de gerentes e coordenadores de colegiados da UNEB.

A roda de conversa e a palestra integram uma série de ações que estão sendo desenvolvidas pela Pró- Reitoria de Extensão (Proex) da UNEB com o objetivo de orientar a dinâmica do processo de curricularização através da interação de grupos nos diálogos coletivos que revelem as especificidades da multicampia da universidade.

Confira mais fotos do evento no nosso Flickr.

Fotos: Juliana Cardoso/Ascom




Envie uma mensagem: