POR Thais Urpia, 19 set 2011, 17H37

Evento celebra Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

Vicente Andrade
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


O Núcleo de Educação Especial (Nede), vinculado a Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNEB, promove nesta quarta-feira (21) o III Casulo de Artes Inclusivas.

O evento, que é realizado em parceria com a Organização Perspectivas em Movimento, acontece a partir das 14h30, no Teatro UNEB, Campus I da UNEB, em Salvador, e será transmitido via videoconferência para os 24 campi da universidade.

A atividade, que conta com o tema 101 rosas para Noel, é franqueada ao público externo e celebra o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência.

A programação reúne apresentações de teatro, dança e música. Destaque para a participação de membros da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) da capital baiana, que vão encenar o espetáculo teatral O circo da rainha mal-humorada.

“O objetivo central da parceria entre o Nede e a organização é ampliar as discussões acerca da inclusão e da acessibilidade no estado, por meio de eventos como esse que vamos realizar conjuntamente”, ressalta Patrícia Magris, coordenadora do Nede.

A proposta do encontro, conta Patrícia, é sensibilizar e educar a sociedade de forma lúdica, contribuindo para a construção de um espaço em que artistas com deficiência possam apresentar trabalhos e interagir com diferentes públicos.

“Outra missão do evento é homenagear o compositor carioca Noel Rosa, que nasceu com hipoplasia de mandíbula. A deficiência tem entre seus desdobramentos o aparecimento de cistos de origem dentária e o hipertelorismo (separação excessiva de dois órgãos, a exemplo dos olhos)”, pontua a coordenadora.

Participam ainda da programação integrantes das associações de Pais e Pessoas com Deficiência (Apabb), de Funcionários do Banco do Brasil (Apabb), de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos (Apada) e de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Lauro de Freitas (Apadalf), do Instituto de Cegos da Bahia (ICB) e do Centro de Educação Especial da Bahia (Ceeba), além dos artistas independentes Jerusa Ferreira e Carla Fucs, do violonista Manoel Mota e da cantora Juliana Ribeiro.

O Casulo de Artes Inclusivas é realizado desde 2009 pela Organização Perspectivas em Movimento.

O evento surgiu, segundo Ninfa Cunha, produtora da organização, da necessidade de mostrar à sociedade a importância da arte como um meio de expressão de sentimentos, de percepções, de sensibilidades, mudando a ótica da realidade interior de cada um.

Informações: Nede/Campus I – tel. (71) 3117-2331.

Foto (home): Divulgação, com arte de Anderson Freire/Ascom




Envie uma mensagem: