POR Ascom/Kleber Palafoz, 21 dez 2010, 16H30

Projetos nas áreas de sexualidade e turismo ganham R$ 110 mil em edital da Fapesb

Wânia Dias
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

Dois projetos de pesquisa de professoras da UNEB foram aprovados em edital da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) e vão receber recursos da ordem de R$ 110 mil.

Desse montante, R$ 40 mil serão destinados ao projeto Masculinidades em corpos femininos: tecendo articulações entre pesquisa, extensão e políticas públicas sobre e com essas mulheres, de autoria de Suely Messeder, coordenadora do Núcleo de Gênero e Sexualidade (Nugsex Diadorim) da universidade.

“As mulheres masculinizadas possuem em sua totalidade estereótipos negativos, o seu corpo engendrado deflagra toda a sua vulnerabilidade social, e ao mesmo tempo, denota um imaginário de que elas são agressivas”, explicou Suely.

Já o projeto Turismo de base comunitária na região do Cabula e entorno: processo de incubação de operadora de receptivos populares especializada em roteiros turísticos alternativos, de autoria da docente Francisca de Paula Silva, do curso de Turismo e Hotelaria, do Campus I da universidade, em Salvador, vai receber a quantia de R$ 71 mil.

“Vemos esse projeto como o caminho para a diversificação da oferta de produtos e serviços turísticos na capital, principalmente com a realização da Copa do Mundo de 2014”, destacou Francisca de Paula.

O edital da Fapesb, lançado em agosto deste ano, contemplou outros 20 projetos de instituições de ensino superior, os quais totalizaram R$ 1,2 milhão.




Envie uma mensagem: