06/01/2017UNEB lança primeira graduação tecnológica em Jogos Digitais da Bahia

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

comunidades-di

A professora Lynn Alves criou e coordena o centro Comunidades Virtuais e participou da elaboração do projeto do curso

O mercado mundial de jogos deve gerar 99.6 bilhões de dólares em 2016, o montante é 8,5% superior ao registrado no ano passado. Isso é o que aponta o Relatório Global do Mercado de Games publicado pela Newzoo, empresa especializada em pesquisas da indústria de games.

É em meio a essa projeção de crescimento da indústria internacional que a UNEB lança a primeira Graduação Tecnológica em Jogos Digitais da Bahia. O curso será ofertado, no período vespertino, pelo Departamento de Ciências Exatas e da Terra (DCET) do Campus I, em Salvador.

comunidades-post1

Graduação vai respeitar a natureza multidisciplinar da área de jogos e promoverá a interlocução entre cursos

A seleção de candidatos para as 25 vagas oferecidas pela universidade será feita exclusivamente pela edição 2017.1 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC), que utiliza o resultado obtido pelo estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016.

A graduação, que é também a primeira da UNEB na modalidade tecnológica, é fruto dos trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Comunidades Virtuais, que há 14 anos discute as relações entre jogos digitais e os diferentes espaços de aprendizagem.

“A ideia é que os estudantes que ingressem no curso tenham uma visão sistêmica do processo de desenvolvimento de jogos, interagindo com professores especialistas e profissionais de áreas como programação, roteiro, arte e design de jogos, captação de recursos, gestão, inteligência artificial, gameproduto e gamecultura”, explica a coordenadora do Comunidades Virtuais, Lynn Alves.

A graduação tecnológica terá carga total de 2.115 horas-aula, divididas em seis semestres (três anos). E o diploma de nível superior que será expedido para os concluintes permite que os interessados possam seguir na carreira acadêmica.

“Esse é um curso que culmina com todo um processo que vem sendo construído na UNEB. Ele nasce do amadurecimento do Comunidades Virtuais e dos profissionais que contam a história desse centro, e do amadurecimento também da nossa universidade”, avalia Lynn.

comunidades-post2

Aoca Game Lab desenvolve, incubada pelo Comunidades Virtuais, projeto transmídia sobre o Sertão Brasileiro

Ainda de acordo com a pesquisadora, mesmo sendo uma graduação tecnológica, os estudantes poderão se inserir na pesquisa, por meio da iniciativas do centro, e os que tiverem interesse também serão incentivados ao ingresso na indústria de games estadual, nacional e internacional.

O curso vai respeitar a natureza multidisciplinar da área de jogos e promoverá a interlocação com as graduações de Design, de Sistemas da Informação (SI), Psicologia e da área de Educação ofertadas também pela UNEB.

Segundo o professor do curso Filipe Pereira, que é CEO da Aoca Game Lab, durante a primeira semana de aulas, os ingressantes serão recepcionados com uma aula inaugural, oficinas e visitas a estúdios de desenvolvimento de games.

O curso já nasce com o suporte de projetos incubados no Comunidades Virtuais, a exemplo do Aoca, e de profissionais que possuem relação com o Parque Tecnologico da Bahia e com a Bahia Indie Game Developers (BIND).

A UNEB possui também um curso de Especialização em Game Design e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Comunidades Virtuais já desenvolveu 12 jogos digitais com o objetivo de facilitar a aprendizagem e é referência do país nessa área.

Fotos: Danilo Oliveira/Ascom

http://www.uneb.br/2017/01/06/uneb-lanca-primeira-graduacao-tecnologica-em-jogos-digitais-da-bahia/