POR Ascom/Toni Vasconcelos, 16 dez 2016, 17H40

UNEB e Ufba assinam convênio inédito de mobilidade discente nesta terça (20)

Toni Vasconcelos
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


A UNEB vai assinar novo convênio de mobilidade discente, ampliando expressivamente as opções curriculares para seus estudantes.

Dessa vez, o termo será firmado com a Universidade Federal da Bahia (Ufba), a mais antiga e consolidada instituição de ensino superior baiana.

A solenidade de assinatura está agendada para a próxima terça-feira (20), às 17h, na Reitoria da UNEB, em Salvador, com a presença dos reitores José Bites de Carvalho (UNEB) e João Carlos Salles (Ufba), além de gestores e comunidade acadêmica de ambas as instituições.

Na avaliação da pró-reitora de Graduação (Prograd) da UNEB, Kathia Sales, o convênio com a primeira universidade federal do estado representará um grande avanço na mobilidade discente.

“A Ufba tem um portfólio de cursos muito diversificado, muitos são cursos bem consolidados. Acredito que vamos poder atender estudantes de várias regiões do estado, por conta da capilaridade de ambas as universidades – em especial, os discentes de campi em Salvador e região metropolitana, de Serrinha, os próximos de Vitória da Conquista, entre outros”, avalia Kathia.

Também confiante no êxito da parceria, o pró-reitor de Graduação da Ufba, Penildon Silva, conta que esse é o primeiro termo de mobilidade discente firmado pela instituição federal.

“Esperamos iniciar o convênio com a UNEB já no semestre 2017.1, que começa no mês de maio”, adianta Penildon.

A UNEB já mantém em pleno andamento acordo de mobilidade estudantil com instituições pernambucanas que fazem fronteira com a região norte do estado. Também está para entrar em vigência a parceria histórica nessa área, formalizada em abril deste ano, entre as quatro universidades estaduais da Bahia.

A pró-reitora da UNEB explica que os discentes da instituição vão poder cursar qualquer componente curricular que seja oferecido no convênio pela Ufba. Os componentes poderão ser aproveitados como disciplina ou como ACC (atividade complementar).

“É importante ressaltar que mobilidade não é transferência de instituição. O aluno da UNEB continuará vinculado à UNEB”, conclui Kathia.

Imagem (home): Anderson Freire/Ascom


  • No Related Post


Envie uma mensagem: