POR lpdsilva, 14 jul 2017, 08H12

Capacitação reúne servidores que atuam na Gestão Universitária

Entre os dias 11 e 13 de julho, no Hotel Vilamar, em Salvador, foi realizada a formação “Práticas e Aprendizagens na Gestão Universitária” que reuniu 31 servidores que colaboram com a gestão na Universidade. De caráter modular, o curso cumpriu a sua primeira etapa presencial realizada por meio de oficinas complementares com conteúdos de “Qualidade na Gestão Pública”, “Comunicação Efetiva e Afetiva” e “Gestão por Competências”. Agora as turmas seguem os estudos na modalidade de ensino à distância e em agosto concluem as atividades com a segunda etapa presencial – totalizando assim uma carga horária de 80 horas.

A turma recebeu a visita surpresa do Reitor José Bites, acompanhado do pró-Reitor de Administração Marcelo Ávila e da pró-Reitora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas Lílian Encarnação que participavam de reunião do Conselho Universitário no mesmo local. Em seu cumprimento aos participantes, Bites destacou a importância das ações de capacitação dos servidores: “A consolidação de cursos que reflitam as práticas de gestão dos servidores, da capital e do interior, promovem a formação de quadros qualificados, que possam atender de modo cada vez mais efetivo as demandas da Universidade” ”, afirmou José Bites.

Na oficina de “Qualidade no Serviço Público”, mediada pela instrutora interna Zélia Fajardini, os participantes tiveram a oportunidade de refletir sobre os processos de qualidade em que se encontram engajados. “O grupo se demonstrou sensível à proposta, identificou e fundamentou diferentes exemplos de qualidade de gestão dentro do próprio ambiente de trabalho, mostrando que nem sempre devemos focar naquilo que nos falta, mas construir a partir do que já temos”, explica Zélia.

Dentro da programação, a oficina de “Gestão por Competências”, por se tratar de processo em fase de implantação na Universidade, despertou a curiosidade dos participantes. A formação foi ministrada pela subgerente de Capacitação, Larissa Muniz Ferreira e contou com o apoio das servidoras Silvana Caffé e Mila Midlej. “Este é mais um passo na agenda de implantação da Gestão por Competências na Universidade. Estamos construindo um mapeamento através da escuta e sensibilização dos servidores”, destacou Larissa.

A programação contou também com a oficina de Comunicação Afetiva e Efetiva ministrada pelo instrutor interno Kleber Monteiro. O encontro constituiu uma oportunidade para os servidores dialogarem sobre o envolvimento da fala e da escuta nas relações interpessoais do ambiente de trabalho. “Hoje em dia o feedback vem sendo destacado como fundamental ao desenvolvimento das organizações. Há uma grande dificuldade em realizá-lo, justamente, pela ausência de silêncio. Sem silêncio não há escuta e, consequentemente, a fala costuma também não ser a mais adequada”, destacou Kleber.


  • No Related Post


Envie uma mensagem:

Comentrios no so permitidos.