POR sjunior, 26 nov 2009, 16H06

O Departamento

A história do Departamento de Ciências Humanas – Campus IV confunde-se com a história da UNEB e sua característica mais marcante, que é a multicampia.

A faculdade de Formação de Professores de Jacobina (FFPJ) foi criada pela Lei Estadual 3.825, de 19 de setembro de 1980, publicada no Diário Oficial do Estado de 23 de setembro de 1980. Nasceu como entidade autárquica, vinculada à Secretaria de Educação e Cultura do Estado da Bahia. Mas, ainda em 1980, a Lei Delegada Nº 12, de 30/12/1980, publicada no D.O. de 31 de dezembro de 1980, extinguiu várias autarquias, dentre elas a autarquia FFPJ, e criou a Superintendência do Ensino Superior do Estado da Bahia – SESEB, como autarquia mantenedora. A FFPJ e outras instituições de ensino superior isoladas passaram a ser mantidas por essa Superintendência, constituindo-se, assim, uma federação de Escolas.

Através do Decreto 25.598, de 07 de outubro de 1980, a FFPJ teve seu Regulamento aprovado. O processo de sua criação obteve parecer favorável do Conselho Estadual de Educação, autorizando seu funcionamento em 05 de novembro de 1980 através do Parecer 157/80, publicado no Diário Oficial de 31 de outubro do mesmo ano. O mesmo Conselho aprovou também seu Regimento, conforme Resolução Nº. 138971994, em 22 de outubro de 1994.

Outra Lei Delegada, a de Nº. 66/83, publicada no Diário Oficial de 2 de junho de 1983,extinguiu a SESEB e criou a Universidade do Estado da Bahia – autarquia de ensino superior ligada à Secretaria de Educação e Cultura. A UNEB é reconhecida através da Portaria No. 909/95 de 31/07/1995 do Ministério da Educação e do Desporto, caracterizando-se por ser modelo multicampi, isto é, uma Universidade constituída de um campus central e vários campi distribuídos em alguns municípios, compondo uma Unidade Administrativa e Pedagógica, respeitando-se a autonomia acadêmico-administrativa e financeira de cada unidade de ensino.

Quando de seu início, a FFPJ  funcionou no Colégio Municipal de Jacobina, mudando-se, posteriormente, para o prédio da escola Paroquial de Jacobina, unidade de 1º grau da Rede Estadual de Ensino. Em março de 1991 passou a ocupar sede própria, construída em área de 1.258 m² (hum mil duzentos e cinqüenta e oito metros quadrados), localizada na Avenida J. J. Seabra, nº 158, Bairro Estação, onde permanece até o dia de hoje.

O primeiro curso a ser oferecido pela então FFPJ foi de Licenciatura Curta em Letras, no ano de 1981. A partir de 1983, passou-se a oferecer também o curso de Licenciatura Curta em Estudos Sociais, autorizado pelo Decreto Nº 91.187 de 08 de abril de 1985, publicado no Diário Oficial do Estado em 09/04/1985. O Curso de Licenciatura Curta em Letras tornou-se Licenciatura Plena: O CEE emitiu parecer de autorização através da Resolução 085/1995, publicada em Diário Oficial em 14/06/1995, e o reconhecimento pelo Parecer CEE Nº 047/1997, de 28 de abril de 1997, publicado em Diário Oficial do Estado em 27 de maio de 1997. O curso passou a ter duas habilitações: Licenciatura em Letras com Habilitação em Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Literaturas.

Em 10 de setembro de 1997, foi publicada no Diário Oficial a Lei Nº. 7.176, que modificou as Universidades Estaduais, dotando-as de nova estrutura orgânica e Departamentos. Por força da referida lei, o Conselho de Administração da UNEB emitiu a Resolução Nº 038 de 10 de dezembro de 1997, aprovando o regulamento da Instituição. Em 20 de janeiro de 1998, foi baixado o Decreto Governamental Nº. 7.223, reforçando o caráter de multicampia da Universidade, dotando-a de personalidade jurídica de direito público com autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial. Dispõe ainda o referido decreto sobre a finalidade principal da Instituição, que é promover a educação superior, visando à formação acadêmica, ao desenvolvimento científico e tecnológico, à prática da pesquisa e da extensão de modo indissociável, de modo adequado às características das áreas e sua abrangência.

Atualmente, o Departamento de Ciências Humanas – Campus IV oferece também os cursos de Licenciatura Plena em Geografia, História, Educação Física e Bacharelado em Direito. Através de suas atividades, o DCH IV tem atingido pessoas de todos os segmentos sociais, difundindo o conhecimento produzido e trazendo da sociedade para os cursos, pesquisas e ações de extensão, as questões cruciais da contemporaneidade. Desse modo, a Instituição vem cumprindo o seu papel de promoção do bem-estar social, do desenvolvimento humano, cultural e político da comunidade em que está inserido.

Nos últimos anos, foi adotado um conjunto de políticas acadêmicas com a implantação expansão de acervo bibliográfico, o incentivo e apoio à qualificação docente e técnica, à pesquisa e extensão, e a ampliação do quadro de professores. Esse conjunto contribuiu, de forma significativa, para o aumento da qualidade do ensino oferecido aos alunos regulares e de programas especiais. Para a sua continuidade e constante melhoria, o DCH IV conta com o intercâmbio de idéias entre os campi co-participantes dessa realidade e com a sociedade como um todo, a fim de permanecer uma universidade pública, gratuita e de qualidade.