09/07/2012XI Simpósio Nordestino de Atividade Física e Saúde e V Semana de Educação Física do Campus XII foram um Sucesso

Julio Cesar Lemos

Assessoria de Comunicação/DEDC XII


Time de palestrantes da V Semana de Ed. Física

Time de palestrantes da V Semana de Ed. Física

O XI Simpósio Nordestino de Educação Física e Saúde, intitulado A Regionalização da Promoção da Atividade Física e Saúde no Brasil: Formação, Intervenção e Políticas de Fomento, aconteceu durante a V Semana de Educação Física do Campus XII juntamente com o 1º Encontro dos Cursos de Educação Física da Plataforma Freire no período de 13 a 16 de junho de 2012 na cidade de Guanambi. Foi promovido pelo Campus XII em parceria com o Colegiado de Educação Física.

A abertura do evento ocorreu na manhã do dia 13, após o credenciamento, no Centro de Cultura de Guanambi às 10:00hs, com a Mesa Redonda: Formação em Educação Física, tendo como coordenador o Professor Jorge Adilson Gondim. Dando abertura aos debates, o Professor Dr. Fernando Mascarenhas falou da formação do profissional de educação física ao longo da história do Brasil, em seguida o Professor Dr. Édson Marcelo Húngaro, inicialmente aborda a teoria Marxista como elemento de reflexão humanística para formação do professor, propondo uma interlocução da Educação Física com as ciências humanas e sociais. Completando a programação da manhã, o Professor Dr. Lino Castellani agradeceu o convite para mais um evento em Guanambi. Em sua fala disse que “é preciso entender o homem cultural” e não se esquecendo do homem biológico. O Professor Lino relata: “não admito que me chame de educador físico, eu não educo o físico, eu educo pessoas” se referindo ao fato de que o Curso de Educação Física, antes, deveria formar pensadores. Para encerramento dos trabalhos foi aberto à plenária para possíveis questionamentos e colocações a respeito do que foi abordado durante as palestras.

A tarde foi discutido o tema: Políticas Públicas de Esporte e Lazer em mesa coordenada pela Professora Ms Mariângela Ribeiro dos Santos formada por Dr. Fernando Mascarenhas e Dr. Lino Castellani, este leva os ouvintes a refletirem acerca das políticas de promoção do esporte no Brasil, caracterizando-as ao longo da história do país. Em seguida o Professor Mascarenhas fala sobre agenda esportiva com os megaeventos previstos para acontecerem no Brasil, como a copa do mundo de futebol e as olimpíadas. “Os megaeventos atuam como Commodities culturais”, disse, referindo-se ao capital público gasto na promoção de políticas públicas de incentivo ao esporte, no caso da realização dos megaeventos, finaliza sua fala levando os estudantes de educação física a refletirem suas formações.

A Mesa Redonda: Perspectivas da Educação Física Escolar juntamente com Atuação do Professor de Educação Física na Educação Básica no Estado da Bahia, às 17 horas, coordenada pela Professora Dr. Berta Leni Cardoso e formada pelos professores: Dr. Édson Marcelo Húngaro, Ms. Vânia Lurdes Cenci, Esp. Sebastião Carlos Carvalho e Ms. Cristiano Bahia.

O prof. Édson Húngaro abre o debate dizendo que “é necessário renovar a arte da crítica”. A profª Vânia Cenci defende que a educação física não é somente a formação em esporte, constituindo também a formação de educadores atuantes em escolas. Em sua fala o prof. Sebastião Carvalho disserta sobre a Educação Física Escolar, dizendo que “é preciso transformar a sala de aula em local de debate”.

O prof. Cristiano Bahia aborda o panorama do professor de educação física na educação básica, mostrando que é necessário investir nas escolas, com aquisição não só de material didático, mas também estrutura física e acima de tudo capacitação e valorização dos professores.

A apresentação cultural da noite ficou por conta da Escola de Balé Itana Abreu em parceria com o Centro de Estudo e Pesquisa Artístico-Cultural (CEPAC) coordenado pela Professora Ana Cláudia de Oliveira Freitas, com a peça “O Rei Leão” que prendeu a atenção do público presente.

Os trabalhos da noite foram encerrados no 1º Encontro de Educação Física da PARFOR/UNEB com o tema: Avaliação e Perspectivas para Formação de Professores, discutido pelo Professor Valfredo de Dórea, representando a coordenação geral do Curso de Educação Física da Plataforma Freire, e pelo Pró-Reitor de Ensino de Graduação, o Professor José Bites de Carvalho, mediados pelo Professor Dr. Marcius de Almeida Gomes Diretor do Campus XII.

“Como a gente pode transformar se a gente não tem a formação” disse o Professor Dórea referindo-se a necessidade da formação, tema amplamente discutido neste primeiro dia de Simpósio, diz ainda que há muitos professores formados neste programa e que atuam como bolsistas neste, que é um programa que a UNEB abraçou com muita responsabilidade. Seguindo a temática, o professor Bites fala do maior desafio do programa que é a “compreensão real do que é o professor aluno, quem é essa pessoa? quem é esse profissional? Juridicamente, que direitos tem? Ele não é um aluno comum, ele é um professor que agora voltou para a sala de aula. E dentro desses direitos qual é a assistência que esse professor precisa para efetivamente desenvolver o curso, esse é o maior problema da Plataforma Freire”. Ainda em sua fala, relata que há uma preocupação com a evasão do curso, que chegou a algumas turmas a 70%, mas diz também que considera a Plataforma um grande programa de formação de professores.

Seguindo o cronograma, a programação diurna do dia 14 foi voltada aos minicursos, estes, com abrangeu as mais diversas áreas do conhecimento da Educação Física, e ao final da tarde houve a apresentação dos painéis e temas livres e em seguida a avaliação destes.

O Coro Vozes (Coral da UNEB Campus XII) se apresentou iniciando a cerimônia oficial de abertura do evento no Centro de Cultura. Cerimônia esta que contou com a presença do Diretor do Campus XII, Professor Dr. Marcius de Almeida Gomes; o representante da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde, Professor Dr. Alex Antônio Florindo; Representando o Coordenador Geral do Curso de Educação Física da Plataforma Freire, o Professor Dr. Valfredo de Dórea; o Coordenador do Curso de Educação Física do Campus XII, o Professor Osaná Macedo Reis; A Diretora do Centro Estadual de Educação Profissional de Saúde e Gestão – CEEP, Professora Irene Cotrim; representando o Professor Edson Luiz da 30ª DIRES, a Drª. Maria Beztriz; representando os alunos do Curso de Educação Física da UNEB Campus XII, a discente Keila Pereira e representando os alunos de Educação Física da PARFOR, o discente Alisson Leite. O professor Osaná faz o primeiro discurso da noite, observando que o evento é um momento rico para troca de experiências, a Professora Irene Cotrim diz que “vocês possam deixar um legado desse XI Simpósio, para que a gente possa lembrar desse período que vocês estiveram aqui conosco” se referindo a importância do evento para a universidade e para o município. Em seguida o Professor Marcius em seu discurso afirma ─ a prova de estar aqui neste momento não tem espaço nem tempo, não tem distância, não tem limite ─ dando boas vindas a todos congressistas e agradecendo a equipe de trabalho que tornou o evento possível.

Seguiu-se a Conferência de Abertura com o tema: “A Produção Científica e a Veiculação do Conhecimento na Área da Atividade Física e Saúde: Onde Estamos?”, proferida pelo Professor Dr. Alex Antônio Florindo da Universidade de São Paulo – USP, representante da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde, mediado pelo Prof. Dr. Marcius de Almeida Gomes.

O terceiro dia de congresso começou com apresentação de painéis e temas livres, e sua avaliação logo em seguida. As 10h00min foi a vez da palestra: Comportamentos Sedentários Como Fator de Risco Para a Saúde: Evidências Atuais e Perspectivas, apresentada pelo Prof Dr. José Cazuza Farias Junior da Universidade Federal da Paraíba, e a coordenação da mesa ficou por conta do Prof. Osaná Macedo Reis. Para fechamento dos trabalhos da manhã, a mesa redonda abordou o tema: A Formação e a Atuação Profissional e o Papel dos Conselhos: Onde Estamos e o que Queremos? Ministrada pelo Prof. Dr. Jaime Tolentino Miranda Neto da Unimontes, com coordenação da Prof. Ms. Mariângela Ribeiro dos Santos. Paralela a esta aconteceu a mesa redonda: O Papel da Educação Física na Atenção Básica: Reflexões Sobre a Promoção da saúde, o palestrante foram os Professores: Dr. Douglas Roque Andrade, da Universidade de São Paulo, e o Dr. Fernando Carlos Vinholes Siqueira da Universidade Federal de Pelotas, a mesa teve como coordenador o Prof. Ms. Hector Luiz Rodrigues Munaro da UESB. Tema amplamente discutido pelos palestrantes com interação do público presente ao final da apresentação. Todo o período da tarde foi reservado aos minicursos, fechando com a apresentação dos colóquios com especialistas.

A palestra de abertura da noite do foi “A Regionalização das Políticas de Fomento Governamentais, Não Governamentais, Para a Educação Física” com o representante da FAPESB, Prof. Dr. Jamime Tolentino, o Pró-Reitor de Pós-graduação e Pesquisa da UNEB, Prof. Dr. José Claudio Rocha, e o representante do Ministério da Saúde, Profª. Ms. Danielle Keylla Alencar Cruz. No mesmo horário, em outro local, acontecia a mesa: A Política da Pós-graduação Stricto Sensu no Brasil e as Diferenças Regionais da Educação Física: Realidade e Desafios, proferida pelos professores: Dr. Jair Sindra Virtuoso Junior e Dr. Jaime Tolentino Miranda Neto.

Em todas elas, às exposições técnicas seguiram-se debates contando com a participação do público assistente.

No sábado (16) foi o último dia do simpósio, com a conferência de encerramento: A Política da Promoção e Financiamento da Atividade Física na Região Nordeste: Limites e Possibilidades, o Professor Dr. Francisco Pitanga da UFBA e UNEB, sob a coordenação do Prof. Dr. Marcius Gomes, apresentou o tema com muita propriedade.

Foram três dias de palestras, minicursos e estudos no campo da Educação Física, beneficiando-se da sua realização todos aqueles profissionais e estudantes de áreas do conhecimento propostas e relacionadas à pesquisas científicas, promoção de saúde e do estilo de vida saudáveis de indivíduos e grupos populacionais. Como foi exposto durante o evento existe uma grande demanda, no próprio estado, de graduados e estudantes do curso que podem se beneficiar, ampliando e atualizando conhecimentos desta temática amplamente discutida. Houve numa participação expressiva de estudantes e profissionais locais e de outras localidades.

O balanço final do evento foi positivo, atingiu os objetivos pretendidos e ao final foi discutido e sugerido nova sede para o próximo simpósio para a Cidade de Maceió em 2014.

Fica o agradecimento pelo sucesso do evento, destacando o apoio fundamental da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia, do Ministério da Saúde, da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde e das Pró-Reitorias de Extensão e Ensino de Graduação da Universidade do Estado da Bahia.

01 02 03 04

05 06 07 08

09 10 11 12

13 14 15 16

17 18 19 20

21 22 23 24

25 26 27 28

29 30 31 32

33 34 35 36

37 38 39 40

41 42 43 44

45 46 47 48

49 50 51 52

53 54 55 56

57 58 59 60

61 62 63 64

65 66 67 68

69 70 71 72

73 74 75 76

77 78 79 80

81 82 83 84

85 86 87 88

89 90 91 92

93 94 95 96

97 98 99 100

101 102 103 104

105 106 107 108

109 110 111 112

113 114 116 118

119 120

http://www.uneb.br/guanambi/dedc/2012/07/09/v-semana-de-educacao-fisica-do-campus-xii-foi-um-sucesso/