POR Juliana Alves, 23 out 2013, 19H20

Graduação: Letras Vernáculas

O curso de Letras do Campus XVIII teve sua proposta curricular construída na perspectiva de integração das áreas de formação do professor de Letras, isto é, entre os conteúdos específicos da área  de língua e literatura, a prática pedagógica, a pesquisa e as atividades de extensão. Desta forma, busca-se enfatizar a relação e interdependência entre teoria, prática, pesquisa e extensão, possibilitando ao aluno criar oportunidades para o desenvolvimento de habilidades necessárias para se atingir a competência desejada no desempenho profissional, sobretudo no campo de atuação da Educação Básica.

Assim, o curso de Letras promovido pelo DCHT – XVIII da UNEB, tem como concepção, formar um profissional que possa, além de refletir sobre sua função na sociedade e compreender as mudanças sociais que o rodeiam, ser também seu agente transformador, com competência linguístico-literária e didático-pedagógica para o exercício de suas funções. Dessa forma, o Curso busca trabalhar com uma visão do ser humano tanto em sua dimensão individual como social, buscando construir uma sociedade em que haja mais respeito pelas diversidades linguísticas e compreensão da sua função no desenvolvimento histórico, político, cultural e literário.

O profissional formado pelo nosso curso deve ser capaz de estabelecer as relações entre linguagem, cultura e sociedade, bem como ser capaz de associar as mudanças e as diversidades linguísticas com as transformações sócio-históricas, políticas e culturais e respectivas produções literárias daí provenientes, estabelecendo o vínculo contínuo entre a pesquisa e a formação do conhecimento, entendendo-o como um processo autônomo e dinâmico. Além disso, esses profissionais devem ser críticos, com competência para refletir sobre os conhecimentos que estão sendo expostos, correlacionando-as a sua realidade sócio-histórica e cultural, de modo a estabelecer a necessária intersecção entre a teoria, a pesquisa e a prática pedagógica.

O currículo da graduação em Letras Vernáculas foi construído na perspectiva de integração das áreas de formação do professor de Letras, isto é, entre os conteúdos específicos da área de língua e literatura, a prática pedagógica, a pesquisa e as atividades de extensão. Desta forma, busca-se enfatizar a relação e interdependência entre teoria, prática, pesquisa e extensão, possibilitando ao aluno criar oportunidade para o desenvolvimento de habilidades necessárias para se atingir a competência desejada no desempenho profissional, sobretudo no campo de atuação da Educação Básica.