POR Ascom/Toni Vasconcelos, 27 out 2015, 14H28

Reitor recebe pauta de reivindicações internas do SINTEST

Toni Vasconcelos
Núcleo de Comunicação
Assessoria de Comunicação

sintest-entrega-docs-reitor_di

Dirigentes do sindicato e colegas servidores dialogaram com o reitor José Bites. Fotos: Toni Vasconcelos/Ascom

Mais uma etapa das negociações entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do 3º Grau do Estado da Bahia (SINTEST) e a gestão da UNEB se concretizou nessa quinta-feira (22) na Reitoria, em Salvador.

Lideranças do sindicato, acompanhadas de colegas técnicos administrativos, entregaram ao reitor da universidade, professor José Bites de Carvalho, a pauta interna de reivindicações da categoria.

Na presença dos servidores e de alguns membros da Equipe Central de Gestão, o reitor fez a leitura em voz alta do documento, aproveitando para comentar e ouvir esclarecimentos sobre pontos da pauta.

Professor José Bites enfatizou que a maioria dos itens propostos na pauta está em sintonia com o projeto de gestão no que diz respeito à valorização e qualificação do quadro técnico administrativo da universidade.

“Precisamos agora, juntos, gestores e representantes do segmento, construirmos propostas objetivas e viáveis, para dar encaminhamento efetivo nas instâncias deliberativas da instituição”, disse o reitor.

Reiterando que a gestão manterá sempre um diálogo aberto e sincero com o segmento técnico administrativo, assim como com os demais segmentos da comunidade acadêmica, o professor Bites reafirmou seu interesse e disposição em agilizar as negociações e trâmites institucionais com os servidores.

O coordenador geral do SINTEST, Everton Lima, disse que o documento entregue ao reitor contém nove pontos de reivindicações considerados prioritários pela categoria.

“Essa pauta foi construída da forma mais participativa possível, em comissão e assembleias do segmento, com a presença de colegas de todos os campi da UNEB e a ampla discussão dos pontos”, lembrou o coordenador.

Na avaliação de Everton Lima, os técnicos administrativos das universidades estaduais estão realizando um histórico processo de mobilização e paralisações, “e temos muito ainda a conquistar”.

“O êxito de nossa luta vai depender muito da maior participação dos colegas em todos os campi e também do comprometimento dos gestores. O reitor da UNEB sinaliza com a abertura do diálogo e a busca para encontrar formas de viabilizar nossas reivindicações”, disse o representante sindical.

Para dar continuidade ao processo de negociação e à construção de propostas que atenda à pauta dos servidores, foi constituída uma comissão composta de sete membros – quatro indicados pelo SINTEST e três pela gestão universitária.

O coordenador do sindicato informou que a pauta externa de reivindicações da categoria está em negociação com a Secretaria estadual da Administração (SAEB) e outras instâncias do governo do estado.


  • No Related Post


Envie uma mensagem: