POR avazquez, 06 ago 2014, 13H40

Parque Estadual de Canudos

Pórtico de entrada do Parque Estadual de Canudos

Pórtico de entrada do Parque Estadual de Canudos

Criado em 1986, o Parque Estadual de Canudos – PEC está localizado no município de mesmo nome, no nordeste da Bahia, distante 420km de Salvador e 86 km de Euclides da Cunha, compreendendo uma área de 1.321 hectares.

Zona de combate da Guerra de Canudos – um dos acontecimentos mais importantes da história do Brasil ocorrido no sertão baiano no final do século XIX, precisamente no período de 1896/1897, o PEC tem despertado ao longo dos anos, no âmbito acadêmico nacional e internacional, crescente interesse de pesquisadores e estudiosos, o que pode ser comprovada pela variado produção existente sobre o tema, assunto também recorrente na heterogênea criação cultural disponível no país e no exterior.

Palco principal de inúmeros acampamentos militares, a presença de conselheirista e os violentos combates ali travados, legaram a herança de valiosos sítios históricos, arqueológicos e antropológicos, “verdadeiro museu a céu aberto”, demarcados, sinalizados e dotados de infra-estrutura adaptada às condições locais, o que propícia a realização de pesquisas e ao incremento do turismo histórico, possibilita a consecução de proveitosas atividades pedagógicas na área, beneficiando estudantes e professores de toda a região.

bahiaja-noticia-05-06-2014-1049 Na visita ao Parque pode-se ver algumas trincheiras de batalha conselheiristas, além de conhecer o  Vale da Morte (onde militares sepultavam seus mortos), o Vale da Degola (onde chefes expedicionários  mandavam cortar pescoços de jagunços), e o Alto do Mário, onde morreu o coronel Antônio Moreira  César (1850-1897), comandante da terceira expedição. Do ponto mais alto do Parque tem-se uma  ampla visão do açude Cocorobó.

Recentemente foi implantada uma nova exposição fotográfica com painéis em vidro de diversos  tamanhos, que chegam até 4m de altura, com fotografias de inúmeros e renomados fotógrafos que  retrataram a Guerra de Canudos, os seus remanescentes e descendentes de conselheiristas. Além das  fotos pode-se encontrar o mapa da região do conflito e gravuras com imagens sertanejas. É válido dizer que, a entrada do Parque foi pavimentada com asfalto ligando a rodovia ao portal de entrada para facilitar a visitação e para maior conforto de todos que desejarem conhecer o CENÁRIO DA GUERRA DE CANUDOS.

Ao prosseguir a viagem, o visitante chegará na cidade de Canudos, onde encontrará o Memorial Antonio Conselheiro (MAC), inaugurado em homenagem aos 100 anos da Guerra de Canudos.

Em Destaque