POR ialmeida, 31 mar 2015, 09H59

Campus XIV da UNEB forma mais uma turma de Letras/Língua Portuguesa e Literaturas

Izaque Lucas

Assessoria de Comunicação

SAM_2950

Na noite do último sábado, 28 de março de 2015, o Departamento de Educação do Campus XIV da UNEB em Conceição do Coité, realizou a solenidade de colação de grau da turma 2011.1, do curso de Licenciatura em Letras com Habilitação em Língua Portuguesa e Literaturas. O evento aconteceu na Associação Cultural Castro Alves, com a participação de familiares, amigos, professores, funcionários do Departamento e autoridades locais.

SAM_2927

A mesa solene foi formada pelo professor Deijair Ferreira, diretor do campus, Paulo de Tarso, coordenador do curso, Maria de Fátima e Sayonara Amaral, professoras/amigas da turma, Margarete Reis e Luciana Santiago, representando a secretaria acadêmica, Évila de Oliveira, Conselheira da turma, Obdália Ferraz, paraninfa da turma, Sabrina de Araújo, técnico-administrativa homenageada, e o Deputado Alex Lopes, patrono da turma.

SAM_3123O diretor do departamento Deijair Ferreira agradeceu a todos os envolvidos na organização da solenidade, aos docentes pelos ensinamentos, pela sabedoria, pelas atividades, pelas ações, pelos eventos do campus XIV que são essenciais ao curso, à vida e a educação de forma generalizada. Ele ainda aproveitou a oportunidade para falar sobre a importância da contribuição dos técnicos e docentes para o Campus XIV. “A contribuição dos senhores, técnicos e docentes fortalece essa instituição de ensino superior que é a UNEB, que é macro na sua dimensão social, hiper e mega na formação docente com os cursos de licenciatura, particularmente aqui no campus XIV. Uma Universidade que transforma e constrói realidades, uma Universidade que se preocupa com os baianos e com a sua baianidade, com os baianos e a sua formação ideológica, filosófica, cientifica.”

Ele aproveitou a oportunidade para falar da crise que estamos vivenciando e para cobrar providências ao deputado Alex Lopes em relação ao transporte dos professores. “Convivemos com a crise mundial e o início de uma crise nacional apesar de termos uma moeda muito forte. Então, 2015 será um ano de mais recessão, enxugamentos, ajustes e cortes. Entretanto o campus XIV superará estes centrados com mais planejamentos administrativos, financeiros e outras responsabilidades.”

Deijair Ferreira falou ainda o quão grande será o desafio enfrentado pelas licenciadas. “Vocês têm um grande desafio que é desarmar o preconceito, desarmar a intolerância, prepotência, arrogância, o mal, a guerra, o desamor. Esse capitalismo que escraviza, maltrata e corrompe a todos nós.”

SAM_3094O Coordenador do curso Paulo de Tarso, falou das dificuldades enfrentadas pelos discentes: “A caminhada foi longa, com altos e baixos, alegrias e tristezas, e só vocês são capazes de expressar o que estão sentindo, pois, as emoções tem a dimensão de quem sente. Mas enfim, chegaram até aqui e conquistaram mais um sonho na vida de vocês. Isso só foi possível porque vocês acreditaram, como diz o filósofo Kierkegaard: “Aventurar-se causa ansiedade, mas deixar de arriscar-se é perder a si mesmo”.” Ele desejou ainda em nome do colegiado de letras, sucesso e muita paz para todos os formandos.

SAM_3101A professora Obdália Ferraz, falou sobre a gratidão e alegria em ver mais uma turma de letras se formando. “Nós professores do curso, toda vez que uma turma de letras conclui temos um motivo muito especial pra comemorar e para nos alegrar, porque esse é um acontecimento especial para a educação brasileira.”

Ela ainda falou sobre a importância e responsabilidade que os novos formandos têm em mãos a partir de agora. “A formação de professores de língua portuguesa e literatura ganha importância porque pode representar mais um ponto de resistência contra a falta de ética, de respeito, dignidade. Porque tendo teorizado sobre a importância da leitura, da escrita, vocês conhecem os vários universos possíveis. E por isso mesmo, vocês podem orientar os alunos na contramão da mediocridade que tem caracterizado esses tempos. Como professores de língua materna têm consciência de que todo cidadão precisa melhorar sua capacidade de leitura do mundo, e de si para promover o desenvolvimento humano. Porque é pelo aprimoramento da leitura que se aguça a capacidade de compreensão do próprio mundo. Então, a partir da compreensão da língua do outro, promovemos a aproximação cultural, desfazemos as barreiras geográficas, as distâncias entre os povos e essa é a tarefa de vocês a partir de agora como professores de língua portuguesa e literatura.”

SAM_3077O deputado Alex Lopes falou da importância da base familiar para uma boa formação acadêmica e dos desafios da educação nos dias atuais.  “A educação tem sido um desafio muito forte nos dias de hoje, não têm sido fácil, e chegar aonde vocês chegaram com certeza é porque vocês começaram bem dentro de casa, é porque vocês receberam uma boa educação.”

Após a solenidade oficial de colação de grau, os licenciados confraternizaram com a família e amigos a oportunidade de estarem finalizando mais um ciclo em suas vidas.

CLIQUE AQUI PARA MAIS FOTOS




Envie uma mensagem: