POR sjunior, 26 nov 2009, 18H56

O departamento

O Departamento de Ciências Humanas do Campus VI funciona no município de Caetité, distante 757 km da capital do Estado. Segundo dados do IBGE/2010, o município ocupa uma área de 2.442,887 km² e conta com uma população de 47.515 pessoas. Além disso, Caetité possui quatro distritos: Brejinho das Ametistas, a 24 km; Caldeiras, a 60 km; Maniaçu, a 28 km; Pajeú, a 26 km.

O município apresenta características de cerrado e caatinga, estando aquelas presentes nas partes altas. Em meio ao cerrado – denominado localmente de “gerais” – surgem ilhas de mata com características de floresta tropical, chamadas de “capões”.

Caetité passou a ser conhecido como o “berço da Educação” por ser a cidade natal do educador brasileiro Anísio Teixeira, assumindo o papel de referência em educação no Estado da Bahia.

Como cidade pioneira em educação, ainda no século XIX é criada a Escola Normal de Caetité. Mais tarde, em 1901, a Escola Normal é fechada por Severino Vieira, transformando-se no Instituto São Luís Gonzaga, onde padres jesuítas europeus, assumiram o compromisso da formação dos professores. Vinte e cinco anos depois, em 1926, a Escola Normal de Caetité é novamente instituída e na década de 1950, por meio de uma proposta de projeto de educação em tempo integral, mais uma vez, acontece outra modificação do nome da Instituição, passando a ser conhecida como Escola Parque e, depois, como o Instituto de Educação Anísio Teixeira.

Alheia a qualquer processo de mudança de nome da Escola Normal, a cidade sempre manteve a tradição de vanguarda em educação, em 1962, é criada a Escola de Nível Superior de Caetité, através da Lei nº 1082 de 25/10/1962, sendo incorporada à UNEB pela Lei Delegada nº 66 de 01/06/1983 com a denominação de Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caetité – FFCLC.

A FFCLC em seu primeiro concurso vestibular ofertou o curso de Licenciatura de 1º Grau em Letras, em 1986, e expandiu a oferta, com a implantação do curso de Licenciatura de 1º Grau em Estudos Sociais. Ambos autorizados pelo Decreto Presidencial nº 92.926, de 16 de julho de 1986 e reconhecidos pelas Portarias Ministeriais nº 211, de 20 de abril de 1989 e nº 1.010, de 24 de outubro de 1990.

O curso de Letras por conta da formação continuada sofreu alterações e se transformou em Licenciatura Plena, com as Habilitações em Português e Literaturas de Língua Portuguesa, Português, Língua Inglesa e respectivas Literaturas no ano de 1994, através da Resolução nº 72, de 14 de novembro, do Conselho Estadual de Educação – CEE. O curso foi reconhecido pela Portaria Ministerial nº 743, de 25 de junho de 1997.

Em 1992, foram oferecidas as Licenciaturas Plenas em Geografia e História, resultantes da conversão do curso de Estudos Sociais. A autorização de funcionamento foi oficializada em 17 de julho de 1995 por meio das Resoluções 149 e 169/98, de 21 de agosto, respectivamente. Devido a Lei nº 7.176, de 10 de setembro de 1997, que dispõe sobre a reestruturação das Universidades Estaduais da Bahia, a UNEB adotou então a estrutura de Departamentos para identificar as suas unidades universitárias, utilizando o critério de áreas de conhecimento para a denominação de cada campus. Com essa reestruturação, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caetité passa a receber a denominação de Departamento de Ciências Humanas – Campus VI.

Em razão de demandas observadas, em 1999, o Departamento de Ciências Humanas – Campus VI passa a oferecer o curso de Ciências com Habilitação em Matemática, autorizado pelo CONSEPE através da Resolução nº 233, de 09 de setembro de 1998 e reconhecido em 2006, pelo Decreto nº 10.006 publicado no Diário Oficial de 25.05.2006.

No ano de 2004, os currículos dos Cursos de Licenciatura em Letras, habilitações em Língua Portuguesa e Literaturas e Língua Inglesa e Literaturas, Geografia, História e Matemática foram redimensionados, em decorrência de um processo coordenado pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação, o que resultou na implantação de novas matrizes curriculares. Nesse mesmo ano, foi autorizada a implantação do Curso de Ciências Biológicas, através da Resolução nº 288/2004, CONSU.

Por conta dessa trajetória, o Departamento de Ciências Humanas – Campus VI se configura na produção e socialização de conhecimentos e informações, bem como, formação de profissionais críticos e reflexivos, tecnicamente competentes, em condições que correspondam às exigências políticas, sociais e técnicas da atualidade.

Além dos seis cursos de Licenciatura, a oferta de novos cursos se mantêm crescente, uma vez que o Departamento oferece ainda, em vários municípios da região, Cursos de Licenciatura Integrantes dos Programas Especiais como Rede UNEB 2000, PROESP e PLATAFORMA FREIRE.

Em relação aos discentes, o Campus VI tem um quantitativo de 989 alunos matriculados em seus cursos, esses alunos vêm dos diversos municípios que integram o Sertão Produtivo.

No tocante ao corpo técnico-administrativo, o Campus conta com um total de 34 profissionais que atuam nos diversos setores da Universidade, desenvolvendo as ações necessárias ao bom funcionamento do Departamento.

O corpo docente do DCH – VI é composto por 122 professores que atuam nos cursos de Ciências Biológicas, Matemática, História, Geografia, Letras – Língua Portuguesa e Literaturas e Letras – Língua Inglesa e Literaturas. Quanto à formação desses profissionais, registra-se que 50,0% tem especialização, 42,6% são mestres, 6,6% é doutor e 0,8 tem somente a graduação.

O Departamento de Ciências Humanas, Campus VI, situado em Caetité, tem uma área construída de 3110,08 m2, o que permite a convivência simultânea de aproximadamente 1500 (um mil e quinhentas) pessoas, além dos equipamentos necessários ao desenvolvimento de aulas, pesquisas e ações extensionistas. Dispõe de uma biblioteca composta de diversos acervos especializados nas áreas; auditório; sala dos professores; sala de informática para o acesso à rede mundial de computadores; cantina; espaço de convivência; laboratórios e 14 salas de aula.

Em Destaque