POR Ascom/Kleber Palafoz, 24 fev 2012, 08H36

Mobilidade e Intercâmbio Estudantil

Mobilidade e Intercâmbio:

A coordenação de Mobilidade Estudantil tem como objetivo propiciar a mobilidade acadêmica de estudantes, afim de, através de intercâmbios, promover novas experiências de pessoas que vão estudar por um determinado período em outro país. A viagem visa aprimorar conhecimentos e relações com outros povos, outros idiomas e culturas.

O Intercâmbio organiza-se nas seguintes modalidades:

Intercâmbio acadêmico ou de ensino, graduação sanduíche: realização de parte dos estudos do curso de graduação em outra instituição de Ensino Superior Estrangeira. Período de 01 até 03 Semestres;

Intercâmbio acadêmico de pesquisa: complementação de estudos, ou realização de pesquisas sob a orientação de algum professor da UNEB. Período de uma semana a três meses;

Intercâmbio acadêmico ou extensão: realização de atividades de extensão em outro país, em instituições não necessariamente de ensino. Esta viagem deve estar prevista no projeto de extensão elaborado pelo estudante, professor, vinculado à Pró-Reitoria de extensão e devidamente cadastrado no Nupe; período: de uma semana a três meses;

Intercâmbio acadêmico de estágio: realização de atividades de estágio, não necessariamente o supervisionado, em instituições estrangeiras. Não substitui o estágio no âmbito da universidade brasileira. Período: um mês a (02) semestres;

Intercâmbio livre: realização de atividades artístico-culturais, curso de férias “cursos de verão”, em outro país, num período de até um semestre. Importante ficar atento para não ter prejuízos nas aulas, pois este não implica na matricula vinculante. O estudante pode trancar o curso por um semestre.

Destino e duração do programa:

As atividades desenvolvidas no exterior não poderão ultrapassar 15% da carga horária total do curso de graduação em que o aluno estiver matriculado, variando, de acordo ao programa, entre curta duração (menos de um semestre), um ou dois semestres.

Atribuições do aluno:

A principal atribuição do aluno é compreender que, por ser um processo absolutamente individual, cada estudante deve acompanhar pessoalmente todo o processo. Durante a execução, é também de inteira responsabilidade do aluno as decisões tomadas, em especial as que dizem a respeito à vida acadêmica na instituição destino.

Requisitos gerais para participar:

Todos os estudantes da Universidade do Estado da Bahia estão convidados a participar do processo de mobilidade e intercâmbio, desde que esteja regularmente matriculado, com no mínimo 20% e no máximo 90% do curso concluso.