POR Ascom/Wania Dias, 24 nov 2016, 10H47

Congresso sobre pensamentos de mulheres negras homenageia Luíza Bairros

Felipe Reis
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

A UNEB, por meio do Centro de Estudos em Gênero, Raça/Etnia e Sexualidade (Cegres Diadorim), vai realizar o II Congresso Sobre o Pensamento de Mulheres Negras no Brasil e na Diáspora Africana, nos dias 23 e 24 de novembro.

O evento acontecerá no Auditório Jurandyr Oliveira, no Departamento de Educação (DEDC) e também nas salas do Prédio de Design, no Departamento de Ciências Exatas e da Terra (DCET), ambos no Campus I, em Salvador.

Essa edição do congresso homenageia a ex ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luíza Bairros e seu legado de ensinamentos negros e feministas no enfrentamento do racismo e sexismo.

Com o tema Somos todas Luíza Bairros, o evento tem a pretensão de constituir-se em um momento de formação e articulação de perspectivas, saberes e fazeres de mulheres negras, como forma alternativa de reflexão e estudos acerca das desigualdades raciais e de gênero.

A programação (dia 23 e dia 24) reserva conferências, mesas de diálogos, exibição de curtas, minicursos, lançamento de livros e atividades culturais.

Destaque para a conferência de encerramento que será ministrada pela pesquisadora Jurema Werneck, coordenadora da Criola, uma organização da sociedade civil conduzida por mulheres negras na defesa e promoção de direitos das mulheres negras em uma perspectiva integrada e transversal.

O congresso ocorrerá articulado com o V Kizomba, evento organizado anualmente pelo DEDC do Campus I da universidade, com o II Encontro Nacional Turbanteiras e Trançadeiras, com o I Encontro Nacional Moda e Ancestralidade.

9º Campanha 16 dias de Ativismo na UNEB pelo Fim da Violência contra as Mulheres

A UNEB, por meio do Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidades (Nugsex/Diadorim), realiza a 9ª edição da campanha 16 dias de Ativismo na UNEB pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

A campanha tem como objetivo provocar reflexões sobre diálogos possíveis entre a Universidade, Movimentos Sociais e Estado sobre as questões da violência contra as mulheres em suas múltiplas dimensões interseccionais, de gênero, de raça, de classe, de etnia e de sexualidade.

A ação, articulada a campanha internacional intitulada “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”, acontece anualmente na UNEB. Nesta edição a iniciativa reserva em sua programação palestras, roda de conversas e mesas-redondas.

O II Congresso Sobre o Pensamento de Mulheres Negras no Brasil e na Diáspora Africanaé realizado em parceria com a Criola/RJ, e com os grupos de pesquisa Candaces, e Cultura, Linguagens e Educação, ambos da UNEB.

Informações: Cegres Diadorim – tel. (71) 3372-7215.

Imagem (home): Divulgação


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: