POR Ascom/Wania Dias, 04 nov 2016, 15H59

Capacitação gratuita em agroecologia e agricultura orgânica inicia atividades

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

x

O Caerdes, criado em 2011, objetiva promover ciência e tecnologia visando o desenvolvimento sustentável no semiárido brasileiro

A UNEB, por meio do Centro de Agroecologia, Energias Renováveis e Desenvolvimento Sustentável (Caerdes) do Campus III, em Juazeiro, iniciou neste mês de outubro a segunda turma do Curso de Agroecologia e Agricultura Orgânica, na modalidade Educação  à Distância (EaD), com mais de 2.200 inscritos.

x

Jairton Fraga: "O curso visa tornar a agroecologia e agricultura orgânica mais acessível"

A ação tem o objetivo de capacitar, gratuitamente, todos os interessados em agroecologia e agricultura orgânica. As aulas estão sendo ministrado pelo professor Jairton Fraga, coordenador do Caerdes.

“A iniciativa visa tornar a agroecologia e agricultura orgânica mais acessível, para que as pessoas possam desenvolver esse conhecimento nas suas rotinas em casa ou até mesmo para empreender”, destacou o docente.

O curso é composto por 10 oficinas em formato de vídeoaula, com carga horária total de 40h. Entre os temas que estão sendo abordados estão Utilização de fontes alternativas de adubos orgânicos e minerais naturais, Práticas e uso da adubação verde, Formulações de defensivos naturais e Comercialização de produtos orgânicos e agroecológicos.

A primeira turma do curso, realizada entre os meses de dezembro de 2015 e janeiro de 2016, beneficiou mais de 3,8 mil pessoas. Nas duas edições, a iniciativa contou com a participação de cursistas brasileiros e de diversos países como Argentina, Bulgária, Bahamas, França, Japão e Gibraltar.

“É muito gratificante ver que o mundo está interessado em nosso sistema de produção agroecológico. Popularizar esse conhecimento é mais do que formar pessoas, é apresentar uma nova perspectiva sobre o conceito de agricultura agroecológica e orgânica. Ao final desta segunda turma teremos formado mais de seis mil pessoas ”, ressaltou Jairton, que é doutor em em Agronomia na área de Horticultura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007).

As inscrições para uma nova turma do curso devem acontecer no primeiro semestre de 2017.

Caerdes

O Caerdes foi criado em novembro de 2011 com o objetivo de promover ciência e tecnologia que contemple a agroeconomia verde, gestão socioambiental e desenvolvimento sustentável no semiárido brasileiro.

x

Detalhe do Laboratório de água, solo e planta

O centro realiza capacitação tecnológica de empresários, agricultores e técnicos através de cursos seminários e treinamentos, além de ações extensionistas. Realiza estudos, pesquisas e transferência de conhecimento para sistemas produtivos agrários e desenvolve tecnologias socioambientais no território semiárido, respeitando o protagonismo histórico-cultural das populações e valorizando os recursos naturais e a agrobiodiversidade.

Atualmente o centro possui uma equipe formada por oito bolsistas de mestrado e iniciação científica, e oito voluntários. É composto por Laboratório de água, solo e planta; Laboratório de informática; Auditório para 45 pessoas; Sala de aula para 45 pessoas; sala de suporte para estudantes de graduação e pós-graduação; sala de suporte para pesquisadores; equipamentos agrícolas e uma biblioteca para atendimento às demandas do centro.

Fotos: Divulgação


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: