POR Ascom / Danilo Oliveira, 19 out 2016, 12H41

Waldir Pires é laureado com título Doutor Honoris Causa da UNEB

Danilo Oliveira
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

honoris_DI1

Emocionado, o ex-governador do Estado Bahia discursou em defesa da democracia. Fotos: Cindi Rios/Ascom

Autoridades, parlamentares, acadêmicos, artistas e lideranças comunitárias aplaudiram, de pé, Francisco Waldir Pires de Souza durante toda a sua caminhada pelo centro do Teatro UNEB para receber o título de Doutor Honoris Causa da universidade.

Com os mesmos passos firmes que pautaram a sua trajetória política e acadêmica, o ex-governador do Estado da Bahia se encaminhou para lugar de destaque no palco e para o seleto grupo de detentores da honraria máxima possível ofertada pela Universidade do Estado da Bahia.

“Esta é uma homenagem muito ligada às minhas esperanças do processo universitário e da construção crescente da Bahia, do seu povo, dos seus jovens. Incumbe-nos lutar, resistir e insistir nos sonhos de construção da democracia que reúna todos, que abranja todos, que assegure a vida de todos”, com essas, e outras palavras, o atual vereador da cidade do Salvador agradeceu pela honraria recebida.

Sobre a principal bandeira levantada durante toda a sua vida pública, a Democracia, Waldir fez questão de também registrar algumas considerações: “Ela é a liberdade e é a inclusão social, com o desenvolvimento humano e o amor ao planeta, que é a nossa casa. É o fim da exclusão do ser humano, de sua fome, do abandono”.

Após 33 anos de institucionalização da UNEB, esta é a sétima vez que a instituição outorga o título de Doutor Honoris Causa.

“Meu pai está completando 90 anos de uma vida inteira de luta política, com pensamento político importante de defesa da democracia do nosso país. Então, acredito que é um momento único em nossa vida e na dele, que coroa essa vida plena de realizações”, assim o filho caçula de Waldir, Francisco Pires, externou os sentimentos vividos pela família com a entrega do título.

honoris_DI2

O homenageado confraternizou com familiares, amigos e admiradores após a cerimônia

Símbolo de resistência

O reitor da universidade, José Bites de Carvalho, presidente do Conselho Universitário (Consu) da instituição – instância responsável pela aprovação da outorga –, ratificou que a honraria é um justo reconhecimento da comunidade acadêmica ao homenageado, sobretudo, “neste momento, em que passamos por uma série de enfretamentos”.

“Podemos dizer que ele seja um dos poucos políticos que, ao longo da sua história, enfrentou os sistemas autoritários sempre no sentido de garantir a democracia permanentemente como modelo político ideal para a construção de uma sociedade mais justa”, salientou o gestor.

O título de Doutor Honoris Causa é a honraria acadêmica mais importante da universidade, o título é concedido à personalidade que tenha se distinguido pelo saber ou pela atuação em prol das artes, das ciências, da filosofia, das letras ou do melhor entendimento entre os povos.

A vice-reitora da UNEB, Carla Liane, parabenizou o Consu pela decisão e prestou homenagem à destacada vida pública de Waldir Pires: “Em sua trajetória, vemos um homem determinado, que sempre esteve a serviço do povo, dos direitos do povo e da inclusão social, o que muito se assemelha com a missão da nossa universidade”.

O secretário estadual de Cultura (Secut), Jorge Portugal, representou o governador do Estado da Bahia, Rui Costa, na cerimônia. O gestor apresentou relatos dos seus contatos, desde a juventude, com o homenageado e prestou reverências parafraseando o intelectual alemão Bertolt Brecht:

“Há homens que lutam um dia, e são bons; há outros que lutam durante muitos anos, esses são melhores; e há aqueles que lutam uma vida inteira, esses são imprescindíveis. O senhor pertence ao elenco dos homens imprescindíveis da história do Brasil”, afirmou o secretário.

honoris_DI4

As realizações acadêmicas, administrativas e políticas, nas esferas estadual e federal, de Waldir foram registradas pelos discursos

Defensor da democracia

Francisco Waldir Pires de Souza, 89 anos, é dono de um longo currículo de realizações acadêmicas, administrativas e políticas – nas esferas estadual e federal.

As conquistas do homenageado foram devidamente registradas no discurso penegírico proferido pelo proponente da outorga do título, o assessor de Projetos Interinstitucionais para a Difusão Cultural (Apidic) da UNEB, Gildeci Leite.

“Faço questão de chamar o senhor Waldir Pires de professor, profissão que de fato exerceu e exerce. Para além da monitoria de Latim, das aulas de Direito Constitucional ou de matérias sobre o Brasil e América Latina, o professor Waldir Pires ensina-nos o exercício da liberdade, da democracia”, destacou o padrinho da homenagem.

Bacharel em Direito pela Ufba, ele foi professor da Universidade Católica da Bahia; coordenador dos cursos de Direito e docente da UnB; professor da Faculdade de Direito da Universidade de Dijon (França) e do Instituto de Altos Estudos da América Latina, na Universidade de Paris (1966-1970).

Para o amigo, jornalista e autor da sua biografia (ainda em produção), Emiliano José, a UNEB homenageia com o título mais do que um acadêmico de carreira relevante: “Parabéns para a UNEB. Waldir merece essa honra por toda a sua trajetória, por uma dedicação profunda de uma vida inteira à luta do povo brasileiro, à luta pela democracia, pelas liberdades, pelos direitos mais sagrados da nossa gente e, especialmente, da nossa gente mais pobre”.

Participaram também da mesa da cerimônia o ex-governador do Estado da Bahia e também Doutor Honoris Causa da UNEB, Roberto Santos, e a secretária de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM), Olívia Santana.

Waldir Pires é ex-ministro da Previdência Social (1985/1986); do Controle e Transparência – Chefe da Controladoria Geral da União (2003/2006) e da Defesa (2006/2007), ele foi também governador do Estado da Bahia (1986/87), consultor-geral da República (1963/1964) e secretário de Estado (1951/1953).

Em sua atuação como legislador, foi deputado estadual (1955/1958) e deputado federal em três mandatos (1959/1962), (1990/1993), (1999/2002). Atualmente, Waldir Pires é vereador da cidade de Salvador (2013/2016).

honoris_DI3

Autoridades, parlamentares, acadêmicos, artistas e lideranças comunitárias prestigiaram a cerimônia de outorga do título

Honraria acadêmica máxima

A Resolução 1201/2016 do Conselho Universitário (Consu) da instituição, que concedeu o título a Waldir Pires, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) em 22 de junho passado. Ele é o sétimo a integrar o seleto grupo de Doutores Honoris Causa da UNEB.

O primeiro agraciado foi Thabo Mbeki, em 2000, então presidente da África do Sul. Em 2008, foi a vez de Abdias do Nascimento, dramaturgo e ativista político, receber o título. O terceiro homenageado foi o historiador e escritor baiano Luís Henrique Tavares, que recebeu o título em março de 2009. Naquele mesmo ano, no mês de setembro, a quarta honraria foi concedida à líder religiosa Mãe Stella de Oxóssi.

Em 2012, foram laureados Edivaldo Machado Boaventura, primeiro reitor da UNEB, e Roberto Santos, ex-governador da Bahia e ex-ministro da Saúde.

Confira mais fotos deste evento em nosso Flickr.


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: