POR Ascom/Wania Dias, 06 out 2016, 17H11

Encontro Integrado reúne comunidade dos 24 campi em extensa programação

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


x

O reitor José Bites de Carvalho presidiu a mesa de abertura do encontro. Fotos: Cindi Rios e Juliana Cardoso/Ascom

Desafios do Século XXI: Integração Social e Sustentabilidade. Esse foi o tema do I Encontro Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão que aconteceu entre os dias 4 e 6 de outubro, no Campus I da UNEB, em Salvador.

x

O professor Luiz Adolfo Paiva (UNEB) ministrou palestra sobre o tema central do encontro

O evento tem como objetivo aproximar a comunidade acadêmica de todos os campis, proporcionando interações setoriais entre as pró-reitorias de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), de Ensino de Graduação (Prograd) e de Extensão (Proex).

A mesa de abertura do evento foi presidida pelo reitor José Bites de Carvalho. “Somos multicampi. Estamos presentes em diversas cidades baianas, cada uma com sua especificidade, mas não podemos esquecer que, antes de tudo, somos uma unidade. Esse evento integrado nos mostra que é possível dividir, compartilhar, trocar experiências acadêmicas e administrativas, fortalecendo laços que permitam a promoção cada vez maior de ações conjuntas através da interação entre os setores e as pessoas”, destacou José Bites.

A abertura das atividades do evento ficou por conta do professor Luiz Adolfo Paiva (UNEB), que ministrou palestra sobre o tema central do encontro.

Jornada de IC

A programação do evento abarcou a XX Jornada de Iniciação Científica, que teve como objetivo socializar as pesquisas produzidas pelos bolsistas de IC da Instituição.

x

Diego Gouveia: A jornada é um momento importante para apresentar as nossas produções e compartilhar experiências

Segundo o gerente de Pesquisa da PPG, Aníbal de Freitas, 450 bolsistas dos 24 campi apresentaram trabalhos nesta edição evento.

Diego Gouveia, estudante do curso História do Campus II da UNEB, em Alagoinhas, participou da jornada apresentando a pesquisa intitulada Na Rota das Mandingas, que destaca as trajetórias e experiências de mandingueiros (capoeiristas) na Bahia Setecentista.

“É importante para a nossa formação estar nesses espaços, desenvolvendo pesquisas e aprendendo a fazer ciência. A jornada é o ápice de todo esse processo. É o momento quando não apenas apresentamos nossas produções, mas também trocamos experiências e compartilhamos conhecimento”, destacou o estudante, cuja pesquisa foi orientada pela professora Elisângela Oliveira.

Colóquio de Qualificação da Graduação

O encontro contou ainda com a realização do Colóquio de Qualificação da Graduação. A atividade, que foi transmitida via videoconferência para todos os campi da universidade, destacou a Resolução CNE/CP Nº2 de 1º julho de 2015, que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior e para a formação continuada.

x

O professor Luiz Otávio (Uesb) ministrou a palestra As Novas Diretrizes Nacionais para a Formação de Professores

O professor da Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (Uesb), Luiz Otávio Magalhães, ministrou a palestra As Novas Diretrizes Nacionais para a Formação de Professores.

“As novas diretrizes definem uma formação mais longa para os professores e mais voltada para a prática em sala de aula Oportunizam ainda uma formação mais ampla, que leva em conta os aspectos que envolvem a diversidade da docência no Brasil, tornando os professores aptos a lidar com as multiplicidades que compõem o público da educação básica”, destacou o docente.

A pró-reitora de Graduação (Prograd), Kathia Marise Sales, ressaltou que a UNEB está se adequando às diretrizes estabelecidas pelo CNE, processo que deve ser finalizado em julho de 2017, prazo definido pelo conselho para que as instituições de adequem as novas regras.

“A UNEB possui mais de 70 cursos de licenciatura nos seus 24 campi, além dos ofertados pelos programas especiais Nesse contexto, o processo de adequação às novas diretrizes é um grande desafio, uma demanda importante e emergencial, que envolve toda a comunidade acadêmica”, ressaltou a pró-reitora.

Encontro Latino Americano

Outro destaque da programação do Encontro Integrado foi o I Encontro Latino Americano de Educação, que reservou mesas-redondas e rodas de conversas. Destaque para a participação do professor Chistian Jaña Miranda, da Universidade do Chile (UChile), que apresentou a palestra intitulada Formação Acadêmica na Sociedade Contemporânea.

x

Chistian Miranda (UChile): A tecnologia é uma grande aliada na difusão do conhecimento

“A tecnologia é uma grande aliada na difusão do conhecimento. Os avanços tecnológicos permitem, por exemplo, que as pesquisas atravessem os muros das universidades e se tornem mais acessíveis a todos”, frisou o pesquisador chileno.

Tânia Maria Hetkowski, pró-reitora de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG) da UNEB, pontuou a riqueza da troca de experiências com outras universidades.

“O maior objetivo desse evento foi oportunizar o intercâmbio de ideias, de experiências e de modelos de pesquisa com universidade como a UChile, possibilitando discussões sobre novas práticas de ensino-aprendizagem e de pesquisa”, destacou a pró-reitora.

III Encontro dos Nupes

O III Encontro dos Núcleos de Pesquisa e Extensão (Nupe) também fez parte do Encontro Integrado. A atividade teve como objetivo reunir os coordenadores dos 24 campi para discutir e definir o regimento interno dos Nupes.

x

Construção coletiva: Encontro teve como objetivo discutir e definir o regimento interno dos Nupes

“Essa reunião tem como objetivo construir o regimento dos Nupes de forma participativa, refletindo as especificidades, necessidades e demandas de cada departamento”, destacou a pró-reitora de  Extensão (Proex), Maria Celeste Castro.

A pró-reitora afirmou que será realizada uma nova reunião, em novembro, para finalizar as discussões e fechar uma proposta de regimento para posterior apreciação do Conselho Universitário (Consu).

Durante o encontro também foi discutida a meta 12 da Lei Federal nº 13.005, de 25 de junho de 2014 (aprova Plano Nacional de Educação), que visa assegurar no mínimo 10% do total de créditos curriculares exigidos para a graduação em programas e projetos de extensão universitária, orientando sua ação, prioritariamente, para áreas de grande pertinência social.

Confira mais fotos do evento em nosso Flickr.

Cobertura e apuração: Elvis Cássio e Hércules Andrade/Ascom



Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: