POR Ascom/Toni Vasconcelos, 23 set 2016, 17H22

AUTONOMIA e ORÇAMENTO: Reitoria e diretores reúnem-se com SEC e Saeb

Toni Vasconcelos*
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

dh

Reitor José Bites apresentou aos estudantes do curso de Medicina da UNEB resultado do encontro na Secretaria da Administração

A autonomia universitária e execução orçamentária para este ano foram os temas centrais de reuniões da Reitoria e do Fórum de Diretores de Departamento da UNEB com as secretarias estaduais da Educação (SEC), no dia 19, e da Administração (Saeb), dia 20, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Diante do cenário de contingenciamento e forte controle sobre o orçamento da UNEB, que comprometem crescentemente a autonomia da gestão universitária, o reitor José Bites e demais gestores da instituição entregaram ao secretário Walter Pinheiro (SEC) documentos com as principais demandas nessas áreas das administrações central e setorial da universidade.

O reitor esteve acompanhado da vice-reitora Carla Liane, de outros membros da Equipe Central de Gestão Universitária (ECGU) e de representantes do Fórum de Diretores.

Segundo Walter Pinheiro, as universidades estaduais podem executar seu orçamento de forma independente, sem intervenção da SEC, tendo em vista todo planejamento e a dinâmica interna de cada instituição.

A coordenadora do Fórum de Diretores, Jacilda Laurindo, solicitou a intermediação da SEC junto à Saeb para reverter a atual situação de dificuldade na execução orçamentária dos departamentos.

Ao final do encontro, Pinheiro se comprometeu em levar ao governador do estado, Rui Costa, e à Saeb essas demandas da gestão da UNEB.

menor2

Reitor e vice-reitora entregam documento com demandas ao secretário Walter Pinheiro (SEC)

Concurso e execução orçamentária

A reunião com o secretário estadual da Administração (Saeb), Edelvino Góes, também teve como pauta principal a execução orçamentária da universidade neste ano.

O reitor José Bites destacou, mais uma vez, o contingenciamento e controle sobre essa execução por parte da Secretaria da Administração, comprometendo a reorganização do orçamento e das metas estabelecidas pela gestão universitária.

Atualmente, compete à Saeb deferir ou indeferir processos de órgãos e autarquias do estado. Somente após o deferimento, as despesas podem ser executadas no Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado (Fiplan).

Os gestores da universidade também solicitaram à Saeb celeridade na autorização no processo para seleção de professores substitutos atualmente em andamento, além de urgente liberação para a realização de concurso público tanto para docentes quanto para técnicos administrativos, visando atender o crescimento e demandas dos campi da UNEB.

Outros pontos da pauta na Saeb foram os processo de promoção, progressão e alteração de regime de trabalho de servidores da universidade, aguardando autorização do órgão estadual.

Durante essa reunião, estudantes do curso de Medicina da UNEB realizaram manifestação, na porta do prédio da Saeb, reivindicando concurso público para docentes e a desburocratização dos processos por parte da secretaria.

O reitor José Bites, depois do encontro dos gestores da universidade com o secretário, detalhou aos discentes a pauta da reunião na Saeb e os encaminhamentos acordados. Edelvino Góes também se comprometeu a se reunir com o governador, já na semana que vem, para decidir sobre essas demandas.

*Com informações e fotos de Ícaro Rebouças/Reitoria


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: