POR Ascom/Toni Vasconcelos, 30 out 2012, 15H01

Estudantes do Campus I são eleitos Miss e Mister Uati 2012

Sirleia Araújo
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


 

galeria_publico

Cerca de 400 pessoas lotaram Teatro UNEB para incentivar os participantes. Fotos: Juliana Cardoso/Ascom

Uma cerimônia repleta de alegria, emoção e muito barulho. Foi com este clima, em meio a muitos aplausos, que na noite de ontem (29) foram conhecidos os vencedores da final do Concurso Miss e Mister Uati 2012. O evento aconteceu no Teatro UNEB, no Campus I da universidade, em Salvador.

Entre 20 candidatos, Osvaldina Barbosa e Luiz Carlos dos Santos foram eleitos Miss e Mister Uati deste ano. Os ganhadores são estudantes da Universidade Aberta à Terceira Idade (Uati) do Campus I, programa vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNEB.

corpo_sonia_bamberg2

Coordenadora Sônia Bamberg: "Os próprios alunos acabam com o preconceito com a maturidade"

A Miss Uati agradeceu aos colegas, por tê-la incentivado, e aos professores do campus, pela oportunidade. “Sinto-me lisonjeada em ter ganhado o concurso, pois grande é a atenção e felicidade que a Uati nos proporciona. Estou muito feliz”, disse emocionada.

Surpreso com o resultado, o mister Luiz Carlos lembrou sobre as mudanças que o programa proporcionou em sua vida: “Depois da Uati consegui realizar muitas atividades que antes não fazia. Minha autoestima melhorou e fiz novas amizades. Me sinto mais jovem com esse prêmio”.

Os candidatos, que desfilaram em traje social, moda praia e esporte fino, foram avaliados nos quesitos simpatia, elegância e desenvoltura.

O júri foi composto por representantes da Proex, da Assessoria de Comunicação (Ascom), e por personalidades baianas das áreas de comunicação, arte e cultura.

Além da Miss e do Mister Uati 2012, os jurados também elegeram a estudante Ilza Barbosa, do Campus III (Juazeiro), como Miss Simpatia do certame.

corpo_vicente222

Jurado Vicente Andrade: Uati é uma forma de incluir socialmente público da terceira idade

“Esse evento mostra que a terceira idade é uma fase linda, e que as rugas mostram o percurso vivido por cada um, pois a beleza está presente também na maturidade”, destacou Sônia Bamberg, coordenadora do Núcleo Universidade Aberta à Terceira Idade (Nuati).

Disputa empolgante e animada

Durante a cerimônia de premiação, grande foi a harmonia e animação da plateia, que lotou o teatro, incentivando os competidores com gritos, aplausos e muita torcida.

“Os próprios alunos acabam com o preconceito com a maturidade. Eles se redescobrem e renovam sua autoestima e autoconfiança”, acrescentou Sônia.

Para o jurado Vicente Andrade, repórter da Ascom, esse tipo de evento, além de ser contagiante e divertido, modifica velhos tabus sociais.

Jaildes

Jaildes Oliveira: "Esse trabalho é excelente, melhora a saúde, a cabeça e o estilo de vida dos participantes"

“É muito importante a desmitificação do padrão de beleza imposto pela sociedade. A Uati é uma forma de incluir socialmente esse público”, completou Vicente.

O evento contou ainda com apresentações da Companhia de Dança Bamberg, do coral da Uati de Salvador, além de grupos de dança formados pelos discentes do programa em campi da UNEB, em Itaberaba, Conceição do Coité e Paulo Afonso.

“Esse trabalho é excelente, melhora a saúde, a cabeça e o estilo de vida dos participantes”, afirmou a professora Jaildes Oliveira, amiga de uma das candidatas.

A Universidade Aberta à Terceira Idade (Uati) atende a aproximadamente três mil idosos em 21 campi da UNEB.

Galeria de Fotos


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: