POR Ascom/Toni Vasconcelos, 11 nov 2011, 16H03

SBGames: encerramento contou com palestras internacionais e festival de jogos

Danilo Oliveira e
Victor Seabra
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


SB-Games_Foto-Cindi-Rios_081111-dhdi(185)

Gonzalo Frasca falou sobre paradigmas do mercado atual de games. Fotos: Cindi Rios e Victor Seabra/Ascom

Outros dois designers de games encerraram a programação internacional do X Simpósio Brasileiro de Games e Entretenimento Digital (SBGames), com palestras realizadas no Teatro UNEB, Campus I, em Salvador.

O finlandês Aki Jarvinen (foto home) apresentou, na manhã da última quarta-feira (9), o tema Social games and the new vocabulary of game design (Jogos sociais e o novo vocabulário do design de jogos).

“Os jogos das redes sociais são um retrato do perfil de amigos que cada pessoa tem. Para criar esses games é importante pensar sobre o contexto social do público que ele vai atingir, analisando como essas pessoas interagem”, explicou Aki, que é diretor de criação do estúdio Digital Chocolate Helsinki.

Já na tarde da terça-feira (8), destaque para a palestra From film to TV: how videogames are changing its defining paradigm (Do filme para TV: como os videogames estão mudando essas definições de paradigmas), proferida pelo uruguaio Gonzalo Frasca.

SB-Games_Foto-Cindi-Rios_081111-corpo(46)

Andréa Gomes: "Nessas apresentações aprendemos sobre as tendências do mercado de jogos no mundo"

“Os jogos enfrentam hoje algo semelhante ao que o cinema enfrentou com o surgimento da televisão entre os anos 50 e 60. Na época, os aparelhos domésticos surgiram como opção mais barata e rápida de produção. Agora vemos possibilidades mais viáveis para os games, com o surgimento de dispositivos móveis. É preciso pensar nessas alternativas”, ressaltou o pesquisador.

Gonzalo é co-diretor do estúdio uruguaio Powerful Robot Games e já produziu trabalhos para as empresas Disney, Warner Bros e Cartoon Network.

“Se vocês desenvolverem como todos produzem, no fim, terão o que todos os outros possuem. Executem o que vocês gostam, mas façam diferente e assumam riscos”, aconselhou o game designer.

Mercado de games e a universidade

Considerado o maior evento da América Latina (AL) na área de jogos eletrônicos, o SBGames reuniu cerca de mil pessoas, entre pesquisadores, professores, estudantes e empresários do Brasil e do mundo, em extensa programação acadêmica entre os dias 7 e 9 deste mês.

Para Andréa Gomes, estudante do curso de computação da Universidade de Pernambuco (UPE), o simpósio é importante por estimular a troca de conhecimentos entre os palestrantes internacionais e os jovens designers.

sb_games-Foto-Vitor-Seabra_091111corpo-(3)

Gustavo Andrade: relação universidade e indústria é essencial para evolução do mercado baiano de jogos

“Nessas apresentações aprendemos sobre as tendências do mercado de jogos no mundo, além de recebermos dicas sobre como empreender nessa área”, pontuou Andréa, que apresentou pôster sobre inovação e empreendedorismo nas redes sociais durante a trilha (espaço de discussão) games for change (jogos para a mudança).

Já o mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da UNEB Gustavo Andrade, que desenvolve uma pesquisa sobre roteiro de jogos, considerou essencial essa interação entre universidade e indústria, já que “a evolução do mercado de jogos na Bahia depende da troca de informações das pesquisas e dos interesses do público que joga videogames”.

A décima edição do simpósio − iniciativa promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) em parceria com a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames) – foi organizada pelo grupo de pesquisa Comunidades Virtuais de Aprendizagem, do Departamento de Educação (DEDC) do Campus I, e trouxe o tema Games e corpo.


Reportagem de cobertura da WebTV.UNEB

Festival de jogos independentes

O festival de jogos independentes, que apresentou protótipos de jogos funcionais em uma sessão dedicada à inovação, técnica, imaginação e emergência de novos talentos, premiou os vencedores na noite da última terça, durante confraternização realizada em uma boate de Salvador.

SB-Games_Foto-Cindi-Rios_081111-corpo(140)

Desenvolvedores do game Xilo ganharam menção honrosa por trilha sonora com músicas de forró

Mais de 50 jogos participaram da iniciativa, que foi dividida em seis categorias: web, iPhone, art games, Android, PC com investimento e PC sem investimento. As melhores criações foram eleitas por um júri técnico, composto por game designers e pesquisadores da área, e por votação dos participantes do X SBGames.

Os vencedores foram os jogos SPlatform (web), Saga (PC com financiamento), Mr. Bree (art games), Rotten Situation (iPhone), Talbot’s Odyssey (PC sem financiamento). O game GateDefender foi o único jogo inscrito na categoria Android, e, portanto, não participou da disputa (veja lista completa dos premiados).

Destaque também para a menção honrosa recebida pelo jogo Xilo, desenvolvido pelo professor Rodrigo Motta, da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (Facisa) de Campina Grande (PB), em parceria com três estudantes do curso de jogos digitais da instituição.

“Descobrimos que existem poucos jogos com temáticas brasileiras e, em especial, nordestinas. Por conta disso criamos o Xilo, jogo em duas dimensões, todo ambientado no semiárido e narrado em cordel, que tem em sua trilha sonora músicas de forró e xaxado”, explica Rodrigo.

SB-Games_Foto-Cindi-Rios_081111corpo-(10)

Esteban Clua: jogos apresentados no festival estão em alto nível e consolidam maturidade do simpósio

O protótipo do game, que concorreu à categoria computador pessoal sem investimento, foi desenvolvido em apenas 20 dias. O Xilo ainda depende de patrocinadores para ser lançado oficialmente. A previsão é que até julho de 2012 aconteça o lançamento.

Para o presidente da comissão especial de jogos independentes do SBGames, Esteban Clua, os jogos apresentados estão em alto nível: “Todos os projetos mostraram muita qualidade e o festival consolidou a maturidade alcançada pelo simpósio”.

Próxima sede: Brasília

Ainda na noite de terça-feira (8) ocorreu uma plenária sobre as próximas edições do Simpósio Brasileiro de Games e Entretenimento Digital.

Durante a atividade, os coordenadores do evento expuseram os resultados do X SBGames e os representantes de universidades lançaram suas candidaturas para sediar os próximos simpósios.

Em 2012, o SBGames será sediado na capital federal, sob a tutela da Universidade de Brasília (UnB), e em 2013 o simpósio acontecerá nas instalações da Universidade Feevale, localizada na cidade de Novo Hamburgo (RS).

O X SBGames tem como patrocinadores o governo federal — por meio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) —, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) e as empresas Volkswagen e Sony.

Galeria de fotos


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: