POR Ascom/Toni Vasconcelos, 31 mar 2010, 08H49

Programa deve beneficiar este ano mais de 700 docentes de 13 municípios baianos

Victor Seabra
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação

 

O Campus XIII da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Itaberaba, realizou no início deste mês a aula inaugural dos cursos de graduação da unidade, que integram o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, do Ministério da Educação (MEC).

A atividade foi realizada no auditório do Departamento de Educação (DEDC) do campus, e marcou o pontapé inicial dos cursos de Pedagogia, Educação Física, Matemática, Biologia, História e Letras que, inicialmente, devem formar 326 docentes da rede de ensino da região.

A previsão é de que até o segundo semestre mais de 700 professores estejam matriculadas nos cursos oferecidos pelo Campus XIII.

“Não mediremos esforços para que os professores-estudantes tenham um ensino condizente com a excelência da UNEB, aliando a teoria acadêmica com a experiência de sala de aula trazida por eles”, ressaltou Ariosvaldo Novais, diretor do DEDC.

A aula magna, que contou com 300 participantes (foto), foi ministrada pela professora da universidade Antonia Santiago, que palestrou sobre a biografia do educador Paulo Freire.

As graduações oferecidas pelo campus vão beneficiar, além de Itaberaba, docentes dos municípios de Iaçu, Boa Vista do Tupim, Marcionílio Souza, Nova Redenção, Lajedinho, Milagres, Ipirá, Andaraí, Bonito, Ruy Barbosa, Seabra e Ibiquera.

“Vamos poder chegar a locais que antes não tínhamos tanto alcance. Com a formação dos professores poderemos agir indiretamente no desenvolvimento de cada município”, avaliou Evaldo Nascimento, coordenador dos cursos.

Também prestigiaram a aula inaugural a coordenadora acadêmica do DEDC, Julia Brandão, e os professores João Santana, Irandir Souza, Glauce Maciel, Antonieta Miguel e Antonia Melo.

Maior executora do país

Segundo José Bites, pró-reitor de Graduação (Prograd), a UNEB é a maior executora do programa do MEC no Brasil.

“Nós assumimos um compromisso bem maior que outras instituições por conta da nossa multicampia, o que nos faz presente em quase toda a Bahia”, completa o pró-reitor.

No estado, serão atendidos inicialmente 56 municípios. Participam da ação, além da UNEB, as universidades estaduais de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e de Feira de Santana (Uefs), além da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Ufrb).

O MEC está investindo R$ 1,9 bilhão, até 2011, na formação de 330 mil educadores da rede pública estadual e municipal de ensino no país. Do total de vagas, 52% são em cursos presenciais e 48% em cursos a distância (EaD).

A parceria da UNEB com o MEC fez a universidade saltar de 1,7 mil vagas ofertadas (através do Programa de Formação de Professores da Rede Estadual de Ensino) para 20 mil.

Clique aqui para acessar esta matéria no portal anterior


Notícias relacionadas



Envie uma mensagem: